Louca sua miga

7 de fev de 2018

Estou melhor sem você

Imagem: Pexels

Escrito por Maya Quaresma
14 - Out - 2015  às 20:50h*

Eu pensei que gostava realmente de você. Oh, pelos céus. Já perdi as contas de quantas vezes me vi chorando por você, pelos cantos. Quando te via com alguma garota loira e linda e perfeita naquelas fotos de festa que você vivia postando nas redes sociais. Aquilo me corroía tanto por dentro. Mas eu continuava. Me mantive firme, porque é isso que uma garota boba apaixonada costuma fazer. Fingir que aquilo tudo era nada e que você um dia ainda poderia ser meu. Perceber que sei lá, eu era uma garota que valia à pena e que ficar comigo seria algo sublime e te faria incrivelmente feliz.

Sonhava em te fazer incrivelmente feliz.

Mas as coisas mudam. Surreal não é mesmo? Pensei que gostava realmente de você. Pensava que eu tinha, pela primeira vez em minha vida, me apaixonado. Como eu estava enganada. Agora você está aí, batendo na minha porta, olhando nos meus olhos e implorando para voltar. Implorando para ficar. Mas, sinto muito, é melhor ficarmos do jeito que estamos. Eu sinto muito, mas minha fase de você já passou. Estou muito bem dessa forma. Com você aí e eu aqui. É seguro. É tranquilo. 

É exatamente o que preciso nesse momento.

Você olha e diz que se eu permitir que fique, você fará o possível e o impossível para essa espera ter valido à pena. Que percebeu que eu era quem importava. Sabe, eu não consigo acreditar. Parece mais palavras, palavras e palavras. Não me diga o que tenho que fazer. Não me diga como devo agir. Não me diga nada. Não diga quem eu devo ou não amar. Não confunda minha mente. Eu não preciso disso. Não quando sei que eu sou apenas uma ponte, até você encontrar outra pessoa e seguir seu ciclo, me deixando sozinha aos cacos, sangrando por dentro e sofrendo solitária. Você já fez isso antes. Quem me garante que agora será diferente?

Você diz que estou me burlando. Evitando de viver uma felicidade a dois que você pode proporcionar pra gente. Mas eu não quero. Não quero mais. Não quero aqueles sonhos que sonhei sozinha com você. Não quero mais pensar que eu fracassei quando na verdade você não fazia nem metade para manter nossa relação íntegra. Sinto muito. Eu mudei. Cresci. Amadureci.

Nessa mudança me livrei de muitas coisas. Me livrei de atitudes. Me livrei de pensamentos. Me livrei até de algumas roupas. Me livrei de você. Sem espaço para ocupação novamente. 

Não tem espaço para você. Não dessa vez. Nem tente forçar. Me sinto melhor sozinha. Me sinto melhor sem você. 

Apenas isso.


*Postado originalmente no antigo blog, Sob a Luz da Lua. Porque recordar faz bem!


LEIA MAIS

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016