Louca sua miga

30 de abr de 2017

Grande Prêmio da Rússia 2017 de Fórmula 1

Circuito Sóchi, Rússia. Para o Grande Prêmio de Fórmula 1 2017. Imagem: Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Pode-se dizer que essa corrida teve muita emoção, principalmente nas últimas voltas. Bottas conseguiu dominar praticamente o GP inteiro. Conseguiu largar super bem. Estava em terceiro lugar na largada, atrás apenas de Vettel, que largou na pole, e Raikkonen em segundo. Assumiu a ponta com volta mais rápida em cima de volta mais rápida. Só deixou a liderança um tempinho para fazer a troca dos pneus e logo assumiu mais uma vez. Parecia que estava tudo muito tranquilo até que quase no final Vettel começou a se aproximar, deixando todo mundo e claro, Bottas, muito nervoso. Afinal de contas, Bottas se superou em tudo nesse domingo de corrida.

Bottas (FIN) assume a liderança logo no início da corrida, tendo atrás Vettel (ALE) e Raikkonen (FIN). Imagem: Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Choque entre os pilotos Romain Grosjean (FRA) e Jolyon Palmer (GBR) na primeira volta, que fez com que ambos saíssem da corrida. Imagem:  Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Em toda a sua carreira na Fórmula 1, Bottas nunca tinha conseguido liderar a corrida em tantas voltas. Além do mais, nunca tinha ganhado um GP. Por conta disso, quando viu que Vettel se aproximava cada vez mais, soltou logo no rádio:

"Over the last laps I want less talking", disse Bottas para o engenheiro nas últimas voltas. Será que ele estava nervoso? Nós também estávamos, Bottas.

Coração ficou na mão quando pudemos ver Vettel cada vez mais próximo, afinal, a gente estava torcendo pro finlandês conseguir ganhar a sua primeira corrida na carreira. A distância entre os dois pilotos aumentava e diminuía, e com isso a nossa tensão também. As diferenças começaram a variar entre 1.7 segundos, até que começaram a cair para 1s4, 1s3, e depois começaram a aumentar de novo para 1s7, 1s9 de vantagem de Vettel para Bottas. Na volta de número 52-52 Vettel conseguiu dar tudo e a diferença chegou a ser de 0.9 milésimos. Não tinha como desgrudar os olhos na tv porque qualquer erro de Bottas poderia ser crucial. Vettel com a aproximação ficando maior podia usar a asa móvel, que faz o carro conseguir mais velocidade. Uma pequena ajudinha do Massa como retardatário conseguiu segurar um pouco o alemão.

Valtteri Bottas (FIN), feliz da vida depois de ganhar sua primeira corrida na carreira, foi para a equipe Mercedes, receber os abraços. Imagem:  Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Final de corrida feliz para a Finlândia, que está sem Rosberg mas tem agora Bottas, da Mercedes vencendo o GP da Rússia. Com outro finlandês em terceiro, Raikkonen, da Ferrari. Vettel conseguiu o seu segundo lugar, ajudando na dobradinha da equipe Ferrari. Hamilton não conseguiu subir ao pódio e tampouco fazer uma corrida brilhante, como é de costume para ele, terminando em quarto. Talvez esse tenha sido o troco do Bottas que no GP passado teve que deixar o companheiro ultrapassar (leia aqui sobre o GP do Bahrein).

Com isso, Bottas deu uma reviravolta tanto no mundial dos construtores, que é a disputa entre as equipes da Fórmula 1. Por um ponto de diferença a Mercedes assume a liderança, tendo logo em seguida a Ferrari. Seus pontos também ajudam a dar uma sacudida nesse mundial dos pilotos. Será que teremos um terceiro candidato à vitória na temporada esse ano? Vamos ficar de olho.

Alonso (ESP - McLaren) deixou o carro antes mesmo da largada, no domingo de GP da Russia. Imagem: Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Ainda sobre o GP da Rússia, o início da corrida foi uma lástima para o piloto espanhol Fernando Alonso, que teve que largar o carro antes mesmo da largada, fazendo com que os pilotos se reorganizassem para o início da corrida, com mais uma volta de apresentação. Há um boato de que ele possa voltar para a Renault, sua antiga casa e onde conseguiu conquistar os seus dois títulos mundiais. Porém também foi dito que a Sauber trabalhará ano que vem com o motor Honda, que é o atual motor utilizado pela equipe McLaren, a qual o Alonso corre. Se isso ajudará ou não, ainda não sabemos. Só temos certeza de uma coisa, a Honda precisa melhorar esse motor com urgência, ou ficará muito difícil para a McLaren conseguir se sustentar na Fórmula 1 para os próximos anos.

Quando não dá pra gente xingar no rádio, a gente mostra o descontentamento quando a luz vermelha da câmera acende. Não é, Alonso? Imagem: F1 da Depressão.

O próximo Grande Prêmio acontece dia 14 de maio, na Espanha. O último antes do GP de Mônaco, onde Alonso estará fora para participar da corrida na Fórmula Indy pelas 500 milhas de Indianápolis, nos Estados Unidos. Vamos acompanhar e ver o que acontece.

Bottas (FIN - Mercedes) no lugar mais alto do pódio, com Vettel (ALE - Ferrari) em segundo e Raikkonen (FIN - Ferrari) em terceiro. Imagem: Maxim Shemetov/ REUTERS

Se quiser acompanhar meus comentários volta por volta durante a disputa é só me seguir no Twitter, @mayaquaresma, ou acompanhar meus stories durante o final de semana de corrida, pelo Instagram @mayaquaresma. 

Até lá!

Classificação Grande Prêmio da Rússia
1. Valtteri Bottas MERCEDES (25 pontos)
2. S. Vettel FERRARI (18 pontos)
3. K. Raikkonen FERRARI (15 pontos)
4. L. Hamilton MERCEDES (12 pontos)
5. M. Verstappen RED BULL RACING TAG HEUER (10 pontos)
6. S. Perez FORCE INDIA MERCEDES (8 pontos)
7. E. Ocon FORCE INDIA MERCEDES (6 pontos)
8. N. Hulkenberg RENAULT (4 pontos)
9. F, Massa WILLIAMS MERCEDES (2 pontos)
10. C. Sainz TORO ROSSO (1 ponto)
11. L. Stroll WILLIAMS MERCEDES (0 pontos)
12. D. Kvyat TORO ROSSO (0 pontos)
13. K. Magnussen HAAS FERRARI (0 pontos)
14. S. Vandoorne MCLAREN HONDA (0 pontos)
15. M. Ericsson SAUBER FERRARI (0 pontos)
16. P. Wehrlein SAUBER FERRARI (0 pontos)
17. D. Ricciardo RED BULL RACING TAG HEUER (ou)
18. J. Palmer RENAULT (out)
19. R. Grosjean HAAS FERRARI (out)
20. F. Alonso MCLAREN HONDA (out)

Campeonato 2017
Colocação - Nome do piloto - Nacionalidade - Scuderia - Pontuação
1. Sebastian Vettel - ALE - FERRARI (86 pontos)
2. Lewis Hamilton - ING - MERCEDES (73 pontos)
3. Valtteri Bottas - FIN - MERCEDES (63 pontos)
4. Kimi Raikkonen - FIN - FERRARI (49 pontos)
5. Max Verstappen - HOL - RED BULL RACING TAG HEUER (35 pontos)
6. Daniel Ricciardo - AUS - RED BULL RACING TAG HEUER (22 pontos)
7. Sergio Perez - MEX - FORCE INDIA MERCEDES (22 pontos)
8. Felipe Massa - BRA - WILLIAMS MERCEDES (18 pontos)
9. Carlos Sainz - ESP - TORO ROSSO (11 pontos)
10. Esteban Ocon - FRA - FORCE INDIA MERCEDES (9 pontos)
11. Nico Hulkenberg - ALE - RENAULT (6 pontos)
12. Romain Grosjean - FRA - HAAS FERRARI (4 pontos)
13. Kevin Magnussen - DIN - HAAS FERRARI (4 pontos)
14. Daniil Kvyat - RUS - TORO ROSSO (2 pontos)
15. Pascal Wehrlein - ALE - SAUBER FERRARI (0 pontos)
16. Antonio Giovanazzi - ITA - SAUBER FERRARI (0 pontos)
17. Jolyon Palmer - GBR - RENAULT (0 pontos)
18. Stoffel Vandoorne - BEL - MCLAREN HONDA (0 pontos)
19. Fernando Alonso - ESP - MCLAREN HONDA (0 pontos)
20. Marcus Ericsson - SUI - SAUBER FERRARI (0 pontos)


LEIA MAIS
0 comentários

16 de abr de 2017

Grande Prêmio do Bahrein 2017 de Fórmula 1


Domingo de Páscoa, feriado prolongado, corrida meio dia, no horário do almoço. Mas não teve como deixar a televisão de lado para olhar o prato ou o chocolate. Corrida espetacular e emocionante foi o que pudemos assistir nesse GP quente que é Bahrein. 

Bottas (Mercedes), na largada, liderando o GP Bahrein de Fórmula 1. Logo atrás Vettel (Ferrari), em segundo e Hamilton (Mercedes) em terceiro. 16 Abril 2017. Imagem: Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Os três primeiros da largada foram Bottas (com sua primeira pole e alegria dos finlandeses), Hamilton e Vettel. Mercedes, Mercedes e Ferrari. Já começou bem disputado, com Bottas largando muito bem e mantendo a liderança, com Hamilton caindo para terceiro e Vettel em segundo. Quem também largou muito bem foi Verstappen, de sexto indo para quarto. Mas depois da troca de pneus houve um problema que fez com que parasse, deixando para trás essa que poderia ser mais uma corrida disputada pelo pódio. 

Circuito Sakhir, Bahrein. Para mim uma das pistas mais lindas da temporada. 16 Abril 2017. Imagem: Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Por mais que algumas pessoas tentem dizer que isso não existe mais na Fórmula 1, pudemos ver um caso que para mim é bem triste de relatar. Bottas é considerado como segundo piloto dentro da equipe Mercedes, e por tal, tendo Hamilton atrás dele, fez ele passar assumindo sua posição. E deixou isso bem claro no rádio ao falar para a equipe que "eu deixei ele passar". Mas como tudo tem seu troco, nos boxes Hamilton, numa estratégia pífia e uma manobra um tanto aquém de um piloto veterano de Fórmula 1 com títulos mundiais, propositalmente segurou o tempo de box para que atrasasse Ricciardo na saída. Com isso o piloto inglês foi punido, de forma justa, com cinco segundos de penalidade. Essa punição fez por terra a sua estratégia com a equipe, perdendo o lugar mais alto do pódio e dando a vantagem da liderança para Sebastian Vettel. 

Vettel venceu o GP deste domingo, com Hamilton em segundo, graças a sua punição, e um insatisfeito Bottas em terceiro. Talvez repensando na ultrapassagem que não deveria ter deixado acontecer. 

Tivemos um domingo bastante emocionante, com um início muito disputado, tendo os quatro primeiros pilotos colados na pista. Dessa vez, ao invés do Safety Car unir, atrapalhou um pouco, com a batida do Sainz

Vandoorne não correu, por problemas em sua McLaren. Alonso também não terminou a prova. Já é a sua terceira corrida em que não pontua e também não finaliza, entregando o carro para a equipe voltas antes de acabar o Grande Prêmio. É uma lástima ver um grande piloto, com um alto potencial, ser retardatário e puxar no braço um carro com um rendimento aquém de suas qualidades em pista. Durante a corrida, seus já frequentes comentários ácidos no rádio com a equipe não ficaram de fora. 


Alonso durante o final de semana da disputa do GP Bahrein. Imagem: RV Racing Press

"I've never raced with less power in my life..." (Nunca corri com tão pouca potência em minha vida), comentou o piloto com o engenheiro ao tentar disputar uma colocação com o piloto Palmer, da Renault.

Já no final da prova e esgotado com um carro sem potência, em uma conversa com o engenheiro:

"Fernando we are considering plan B, how are the tyres?" (Fernando, nós estamos considerando o plano B, como estão os pneus?), ao que ele respondeu, já sem qualquer paciência, "Do whatever you want, man" (faz o que você quiser, cara).

Neste GP também foi confirmado que o piloto espanhol da McLaren não irá correr o GP de Mônaco, que é considerado pelos pilotos com um dos favoritos da temporada. Alonso decidiu disputar a corrida de 500 milhas de Indianápolis (EUA) pela Fórmula Indy, que acontece no mesmo domingo. Isso repercutiu de forma curiosa entre todos e pegou de surpresa essa escolha. Visto que Alonso não tem experiência em circuito oval e o carro de Fórmula Indy é muito diferente de um de Fórmula 1. Mas sabe-se do grande piloto que ele é e vamos aguardar para ver o que irá fazer nessa corrida e na disputa. Em seu lugar ficou escolhido o piloto britânico Jenson Button, ex-companheiro de equipe de Fernando e que se aposentou final do ano passado. Ele volta para cumprir a tabela e para satisfação dos fãs.

Em se tratando do campeonato, Vettel é líder, tendo como segundo colocado o inglês Lewis Hamilton. A disputa continua acirrada e domingo que vem já temos o GP da Rússia, às 9h pelo horário de Brasília. A Globo, emissora oficial deste esporte, transmite a disputa normalmente. Vamos aguardar, porque muita coisa ainda pode acontecer. Não esquecendo que temos Bottas, Verstappen e Ricciardo loucos por um título mundial também.



Classificação Grande Prêmio do Bahrein
1. Sebastian Vettel FERRARI (25 pontos)
2. L. Hamilton MERCEDES (18 pontos)
3. V. Bottas MERCEDES (15 pontos)
4. K. Raikkonen FERRARI (12 pontos)
5. D. Ricciardo RED BULL RACING TAG HEUER (10 pontos)
6. F. Massa WILLIAMS MERCEDES (8 pontos)
7. S. Perez FORCE INDIA MERCEDES (6 pontos)
8. R. Grosjean HAAS FERRARI (4 pontos)
9. N. Hulkenberg RENAULT (2 pontos)
10. E. Ocon FORCE INDIA MERCEDES (1 ponto)
11. P. Wehrlein SAUBER FERRARI
12. D. Kvyat TORO ROSSO
13. J. Palmer RENAULT
14. F. Alonso MCLAREN HONDA (out)
15. M. Ericsson SAUBER FERRARI (out)
16. C. Sainz TORO ROSSO (out)
17. L. Stroll WILLIAMS MERCEDES (out)
18. M. Verstappen RED BULL RACING TAG HEUER (out)
19. K. Magnussen HAAS FERRARI (out)
20. S. Vandoorne MCLAREN HONDA (out)

Campeonato 2017
Colocação - Nome do piloto - Nacionalidade - Scuderia - Pontuação
1. Sebastian Vettel - ALE - FERRARI (68 pontos)
2. Lewis Hamilton - ING - MERCEDES (61 pontos)
3. Valtteri Bottas - FIN - MERCEDES (38 pontos)
4. Kimi Raikkonen - FIN - FERRARI (34 pontos)
5. Max Verstappen - HOL - RED BULL RACING TAG HEUER (25 pontos)
6. Daniel Ricciardo - AUS - RED BULL RACING TAG HEUER (22 pontos)
7. Felipe Massa - BRA - WILLIAMS MERCEDES (16 pontos)
8. Sergio Perez - MEX - FORCE INDIA MERCEDES (14 pontos)
9. Carlos Sainz - ESP - TORO ROSSO (10 pontos)
10. Romain Grosjean - FRA - HAAS FERRARI (4 pontos)
11. Kevin Magnussen - DIN - HAAS FERRARI (4 pontos)
12. Esteban Ocon - FRA - FORCE INDIA MERCEDES (3 pontos)
13. Nico Hulkenberg - ALE - RENAULT (2 pontos)
14. Daniil Kvyat - RUS - TORO ROSSO (2 pontos)
15. Pascal Wehrlein - ALE - SAUBER FERRARI (0 pontos)
16. Antonio Giovanazzi - ITA - SAUBER FERRARI (0 pontos)
17. Jolyon Palmer - GBR - RENAULT (0 pontos)
18. Stoffel Vandoorne - BEL - MCLAREN HONDA (0 pontos)
19. Fernando Alonso - ESP - MCLAREN HONDA (0 pontos)
20. Marcus Ericsson - SUI - SAUBER FERRARI (0 pontos)




LEIA MAIS
2 comentários
 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016