Louca sua miga

22 de mar de 2017

E por favor, leia minhas entrelinhas

Imagem: Tumblr

Escrito por Maya Quaresma 
30 - Março - 2016  às 20:11h 

Você acha que eu sou indiferente a tudo o que vem acontecendo conosco. Você pensa que está amando sozinha mas a verdade é que eu também estou. Não é porque eu não falo que eu não sinto. Eu sinto sim, e sinto em demasia. Mas você precisa entender que eu já sofri demais nessa minha vida. Sofri de formas que você não conseguiria sequer imaginar. De maneiras que eu não saberia descrever. Pode parecer surreal, mas é real para mim. Eu me cortei, sangrei, parti meu coração com pessoas erradas que pareciam tão certas que eu estou com medo. 

Sim. Estou com medo. Medo de errar de novo. Medo de perceber que você é só mais uma dentre tantas outras que me traíram e vivaram as costas para mim como se nada tivesse acontecido. Medo de que você me decepcione, mesmo eu não esperando nada de ninguém. Ou fingindo não esperar nada de ninguém. Sabe quando você mente tanto a ponto daquilo virar uma verdade? Pois é. Tenho medo de que você vá embora. E de que leve meu coração e tudo o que sinto aqui. Tenho medo de que você parta sem mim. Que você vá viver sua vida e perceber que eu sou só mais um cara. Mais um rosto. Mais uma pessoa perdida pelo caminho e que você pode encontrar alguém muito melhor do que eu. Porque eu sei que você pode. Você não percebe, mas é incrível, linda, maravilhosa, surrealmente perfeita demais para um cara qualquer como eu que, sei lá, não consigo compreender o que tá fazendo comigo. Eu não dou nem muito tempo pra perceber que desperdiça seu tempo ao meu lado. 

Não te mereço. Mas quero te merecer. 

Quero ser o cara por trás de todos os teus sorrisos. Quero ser teu ombro por trás de todas as tuas lágrimas. Quero fazer valer cada segundo que estiver ao meu lado. Porque cada segundo teu comigo é como benção para mim, e eu tenho que te agradecer diariamente por ser justamente isso na minha vida. Benção. Eu quero você não só para agora. Quero você para amanhã, quando você acordar aqui do meu lado, com essa cara toda amassada e a voz rouca de sono e me dar o melhor bom dia que eu poderia escutar. Quero te ter para depois de amanhã, quando vou te preparar um café porque é sábado e ninguém aqui trabalha. Te quero para mês que vem, quando é teu aniversário e eu ainda nem sei direito o que de dar de presente, mas provavelmente será um livro ou algum item de Harry Potter que você adora. Te quero para final do ano, quando o último beijo será o meu e o primeiro da virada também. Te quero para o presente, me fazendo feliz agora. Te quero para o futuro, totalmente e eternamente minha. Te quero para sempre. 

Mas eu não consigo expressar isso. Não consigo te dizer em palavras tudo o que sinto. Eu simplesmente me travo. Tenho medo de te falar e você ir, assim, sem mais e nem menos. Só partir. Porque é isso o que acontece quando resolvo ser romântico. É isso o que acontece quando resolvo ser transparente. É isso o que acontece quando resolvo me despir por inteiro. Alma, corpo, mente, tudo. É isso o que acontece quando começo a amar. A pessoa se vai. Me deixando aqui tentando inutilmente colar uns cacos que eu acho que talvez já nem tenham mais remendo. É isso o que acontece quando resolvo ser sincero. E eu gostaria de poder ser contigo. 

Mas prefiro ficar aqui, apenas a te olhar. Com a esperança que você saiba ler tudo o que vai aqui no meu peito e na minha mente. Desculpa se eu não te falo nada. Mas por favor, me entenda. Não posso. Não consigo. Não agora. Eu apenas suplico que você saiba ler minhas entrelinhas. E me ame, mesmo eu sendo do jeito que eu sou. Porque, por mais que eu não diga, eu sinto. E o que eu sinto é que eu te amo. Sim, eu te amo.


LEIA MAIS

4 comentários:

Postar um comentário

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016