Louca sua miga

11 de jan de 2017

Eu não sou sua amiga


Escrito por Maya Quaresma 
21 - Jan - 2016 às 19:17h*

Não, eu não sou sua amiga. Não sou apenas isso. Por acaso você beija suas amigas como me beija? Você liga de madrugada ou aparece na janela da casa delas dizendo que está com saudade? Você anda com elas de mãos dadas na fila do cinema ou compra presentinhos para alegrar? Bem, eu acho que não. 

O que foi? Não sou boa o suficiente para você finalmente perguntar? Não sou boa o suficiente para ser apresentada para os seus amigos? O que há entre a gente? Tudo bem quando se conhece uma pessoa. Quando se estão juntos há apenas algumas semanas. Mas vamos lá, vou colocar os pontos nesses is. Nós já estamos juntos há meses e tudo o que eu recebo é um "querida, como está você? Posso te ver hoje?". Não, você não poderá me ver hoje. É isso aí que você ouviu. Enquanto não tomar uma atitude você não me terá mais. 

Anota aí e mentaliza nessa sua cabecinha que anda lenta demais nos últimos dias. Ou você me procura com um pedido formal, ou você me esquece. Sim. Se você não tem atitude suficiente, aguenta que eu tenho. Porque não dá para ser apenas metade de alguém. Não dá para ser aconchego em noites de carências. Eu sei que valho muito mais que isso. Muito mais. 

Sabe qual é o meu problema? É que eu me apaixonei por você. Não sei se isso é bom ou ruim. Mas eu me apaixonei. Apaixonei por esses olhos tão azuis cor de imensidão. Me apaixonei por esse cabelo preto que me lembra a noite. Me apaixonei pelo seu sorriso, que me faz sentir estupendamente bem. Me apaixonei pelos seus traços. Me apaixonei pelos seus atos. Me apaixonei por você inteiro. E é isso o que eu quero. Você inteiro. Não quero mais pedaços dias sim, dias não. Não dá para manter uma relação assim por tanto tempo. 

Eu quero você. Tenho total certeza disso. Quero você para todos os meus momentos. Quero você para completar minha rotina. Mas eu quero se você vier inteiro. Metades nunca foram capazes de preencher ninguém. E eu quero muito mais do que ser preenchida. Eu quero ser transbordada. 

Ou vem inteiro. Ou nem deixe suas metades jogadas pelos cantos por aqui. Porque eu não quero passar mais outros dias juntando seus cacos quebrados. De cacos quebrados, já andam bastando os meus.


*Postado originalmente no antigo blog. Porque recordar faz bem!



LEIA MAIS

🌟

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016