Louca sua miga

23 de dez de 2016

Como um conto de fadas



Escrito por Maya Quaresma
23 - Dez - 2016 às 14:50h

Não quero abrir os olhos. Porque sinto que se eu abrir, tudo o que vivi e vi vai parecer uma mentira. Vai parecer um desses devaneios que eu sempre invento na minha cabeça meio louca demais. Vai parecer sonho. Sim, se eu abrir os olhos eles vão revelar que todos esses dias, todos esses meses, cada hora em que passei com você vai parecer sonho. Vai ser sonho. Porque não é possível que alguém como eu tenha te encontrado. Não é possível que alguém como você tenha me amado. Sério mesmo que isso é comigo? Sério mesmo, mesmo e mesmo? Não, só pode ser sonho. O mais lindo e sublime de todos.

Mas, nem minha mente paranóica conseguiria inventar tamanha grandeza de sentimentos. Tamanho transbordar. Não. E aos poucos eu abro. Meus cílios fazendo cóssegas em minhas pálpebras. A luz do quarto me cega um pouco. Então percebo que há uma mão entrelaçando a minha. Que há um corpo do lado do meu, nessa cama quente e aconchegante. Você ainda está aí. Do meu lado. Meu anel ainda está aqui, em meu dedo anelar esquerdo. Sim. Eu vivo um sonho. Como um conto de fadas. Sou a princesa que estava perdida no meio da floresta, vagando sozinha por aí, meio sem saber se queria ou não ser encontrada. Porque ela já tinha beijado sapos demais. Mas então, como num passe de mágica, você aparece, e faz meu mundo girar, você me tira do chão, me aquece e me faz viva de novo. Teu beijo me faz acordar do vazio que era meu ser antes de te conhecer. 

Não sei se merecia tanto. Ter alguém como você aqui comigo, sei lá. É demais para alguém como eu. Você se remexe um pouco da cama, eu não queria te acordar, mas meus desejos não são escutados. Você me olha, com um calor e um brilho nos olhos que eu nunca vi igual. Sua pupila dilatada que quase não me deixa ser imersa por esse mar azul que eu amo fitar dia após dia. Você sorri, e já é o meu sorriso favorito de todos os sorrisos já dados. Meu coração dispara, se eu pudesse, gravaria esse momento assim, para sempre, tentando pegar todos os detalhes. O aroma do quarto, que é uma mistura do teu cheiro com o meu cheiro, mais o aroma da cama. Pegaria esse amanhecer do sol que invade e dilacera pela parede de vidro, nos mostrando que o dia e a vida está apenas começando. Uma nova etapa que eu tenho certeza, vai ser doce, como o jeito como você me olha. Doce, terno, e melhor, eterno. Eu sei que com você vai ser eterno. Porque foi por alguém como você, ou melhor, foi exatamente por você quem eu esperei minha vida toda. E esperaria por mais mil anos. Esperaria quanto fosse, porque qualquer espera vale por alguém como você. Qualquer espera é nada perto do que sinto agora te olhando nos olhos e sabendo que eu tenho você e você tem a mim. Para todo o sempre. Nem a morte nos separará. Porque meu ser irá com você e você irá comigo. Teremos sempre um ao outro. Mente, corpo, alma, coração. Todos teus. Toda sua. 

Não preciso de mais nada. Não, porque tudo o que eu de fato preciso está bem aqui, entrelaçando os dedos aos meus. Só o que eu quero para agora é morar no teu abraço e fazer do teu corpo meu lar. Isso é o suficiente para me fazer viver. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016