Louca sua miga

12 de ago de 2016

Crônica: Adeus


Escrito por Maya Quaresma
08 - jun - 2016 às 11:08h

Hoje tua ausência já não me corrói o peito. Já consigo deitar na cama sem lembrar do teu cheiro. Ou ficar rolando de um lado pro outro e abrir o olho e chorar baixinho no travesseiro, porque já não tenho teu corpo ao lado do meu. Já consigo dormir sem o teu boa noite. E amanhecer sem me lembrar como era doce o teu beijo de bom dia antes de ir para o trabalho. 

Hoje eu já não me pego olhando o celular a cada cinco minutos e imaginando que você ainda pode me ligar. Que ainda pode me mandar uma mensagem dizendo que sente saudade. Que sente muito. Que deveria ter feito diferente. Que se arrepende de ter feito tudo o que fez. Que a gente ainda pode ser feliz a dois. Que você vai mudar. Não. Já não espero mais nada disso. Não espero que a qualquer momento você bata na minha porta me pedindo pra voltar. Me pedindo pra ficar. Dizendo que ainda podemos ser felizes juntos. Que aquilo tudo vai ficar no passado e conseguiremos seguir em frente. 

Não. Já não espero mais nada disso. Na verdade, eu não quero. 

Hoje eu te deixo ir. Te deixo ir porque sei que é o melhor. Que estou melhor sem você, mas, você era necessário para o meu crescimento. Nós fomos necessários um para o outro. Amadurecemos juntos. Fomos felizes enquanto pudemos ser. E eu sempre me lembrarei com um sorriso no rosto de você. Sem raiva. Sem rancor. Sem mágoas. Mesmo todo mundo me dizendo o quanto você foi errado. E o quanto eu fui errada por acreditar em você e tentar algo que já não era mais pra ser a muito tempo.

Perdi você. Nos perdemos. Mas você me fez forte. Mais forte do que qualquer outra pessoa já me fez. Meu coração está livre. Aberto. Por incrível que pareça você conseguiu colar os meus cacos quebrados. Como, eu não faço ideia. Mas foi você quem conseguiu me reerguer novamente. Você me fez renascer. E serei sempre grata por isso. 

Não pense que odeio, por tudo o que aconteceu. Porque não. Falem o que falar. Eu só queria paz. Só queria um tempo para mim. Um tempo para respirar. Você sempre será o meu anjo. Você sempre será especial. Você sempre será o meu melhor amigo. Eu só não penso mais em você. Não daquela forma.

Hoje eu sou feliz assim. Livre. Liberta. Sarada. Com um sorriso no rosto, pronta para a próxima partida. Hoje, eu sou feliz sem você.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016