Louca sua miga

21 de mar de 2018

Adaptações do universo de Jane Austen


Hey genteeeeee. Quem aí está assistindo a nova novela das seis da Rede Globo, Orgulho e Paixão, inspirado nas obras da autora Jane Austen? Tenho conseguido voltar cedo para casa só para ver os capítulos e olha, esse início pelo menos os roteiristas estão fazendo um excelente trabalho. Muitas referências aos livros e frases fiéis. Pirando um montão com o Tiago Lacerda como Mr. Darcy, quase um sonho realizado.

Em clima de novela, resolvi trazer pra cá o que outras pessoas também fizeram com as obras da nossa escritora queridinha de todo o sempre. Então continua lendo esse post e se liga na lista das adaptações  que eu mais gosto do universo de Jane Austen.


1. Série da BBC Lost in Austen
A história é inspirada na obra Orgulho e Preconceito. Se passa dividida entre os dias atuais o mundo real de Elizabeth e Mr Darcy. A personagem Amanda Price é uma louca apaixonada pelo livro - bem a nossa cara mesmo. - e sonha um dia encontrar um Mr Darcy para ela. Porém, do nada ouve um barulho no seu banheiro e de repente quem aparece? Lizzie Bennet. Não apenas isso, ela quer trocar de lugar com a Amanda. Sim, sim, sim, sim, seria nossos sonhos virando realidade vividos por ela. Amanda entra na casa da Lizzie e passa a viver por lá, encontrando todo mundo e se metendo em um monte de confusão porque com a sua visita, a história do livro pode se modificar. E agora? Como ela vai fazer para que a trama se mantenha fiel? E será que ela vai deixar o Darcy para Lizzie ou vai se apaixonar por ele também? A série tem apenas quatro capítulos, com duração de 45 minutos cada, no máximo. É bem divertida e tá no topo da minha lista de indicação. Já vi e revi milhares de vezes. Um detalhe, tem disponível no Youtube.


2. Livro O diário de Mr Darcy
Já pensou descobrir todos os pensamentos do Mr Darcy? Tudo o que ele estava confabulando enquanto as cenas descritas pela autora aconteciam e como ou em qual momento ele percebeu que estava apaixonado pela Lizzie? Na obra da escritora Amanda Grange ela deixa isso tudo muito bem detalhado e escrito pra gente. Nem preciso dizer que é leitura quase que obrigatória né?
Você pode encontrar para comprar:
3. O diário secreto de Lizzie Bennet
Encenado nos dias de hoje, tudo começou com vídeos no youtube que se transformaram no livro que eu me apaixonei lendo. Como faz muito tempo que eu li, separei a sinopse disponível no site de compras da Saraiva: "Lizzie Bennet é uma jovem estudante de comunicação que resolve fazer um vlog como projeto para a faculdade, postando vídeos em que reflete sobre sua vida e a de suas irmãs. Quando dois amigos ricos e charmosos chegam à cidade, as coisas começam a ficar mais interessantes para as irmãs Bennet — e para os seguidores de Lizzie na internet. De repente, Lizzie — que sempre se considerou uma garota bastante normal — se torna uma figura pública. Mas nem tudo acontece diante das câmeras. E, felizmente para nós, ela escreve um diário secreto... Com reviravoltas que vão deliciar os fãs de Jane Austen, assim como novos leitores, O diário secreto de Lizzie Bennet expande o fenômeno da web série que encantou quase dois milhões de espectadores e faz uma releitura inédita de Orgulho e preconceito."
Você pode encontrar para comprar:



4. Orgulho e preconceito e zumbis
Esse livro eu li no início do ano passado e quase que eu torci o nariz para a história. Tem o filme, baseado nesse livro, que é baseado em Orgulho e Preconceito - quase dá tilte na cabeça né? Falam que o filme é fraco porém eu achei a trama do livro bem interessante. Pensei que eles fossem se perder na hora de escrever a parte da fantasia porém não. Me surpreendi muito gostando desse outro lado que eu nem imaginava que poderia ser possível em se tratando de uma obra da Jane Austen. Aqui a Lizzie é uma mulher ainda mais forte e determinada, que não quer se limitar e só pensa em matar zumbis. Tem algumas cenas que eu achei que eles exageraram um pouco mas isso fica para um post de resenha. O caso é que, não sejam preconceituosos, vão com a mente aberta, porque o livro é sim legal, numa roupagem bem diferente, porém não deixa de ser interessante. Pelo menos eu gostei.
Você pode encontrar para comprar:


5. As patricinhas de Beverly Hills
Pra quem não sabe, o filme é inspirado na história do livro Emma, da autora. Aqui, voltado para um cenário mais atual, Emma é Cher, que parece ser uma pessoa meio superficial e quer simplesmente juntar todo mundo. A felicidade dela é ser cupido e formar casais. Nunca pensa nos seus próprios sentimentos. Além de, vamos combinar, é o filme queridinho dos anos 90, tendo a atriz Alicia Silverstone interpretando nossa Emma moderna.


6. Um encontro com Sr Darcy
Claro que uma fã mais que assumida da autora, como eu, tendo Orgulho e Preconceito como livro favorito, não poderia deixar de escrever a sua versão, não é mesmo? Então em um dia, despretensiosamente, me surgiu uma ideia de escrever a história ambientada nos dias de hoje, no gênero chick-lit, que é o qual eu escrevo meus romances. Nessa história eu não me foquei muito nos personagens secundários, mais na trama central de amor entre Darcy, que é Felipe Fitz, e Elizabeth Bennet, que no livro é Elizabeth Sanchez. Por exemplo, Jane virou Clarice, a melhor amiga da Lizzie. A mãe morreu quando ainda pequena, mas temos o pai para fazer o papel de casamenteiro e morrer de medo da Lizzie terminar sozinha com uns 37 gatos. Ela é jornalista, bem sucedida e ama a sua carreira, como eu imaginaria que a Lizzie seria se ela vivesse nesse século. Seria uma mulher que não se preocuparia em se casar, mas em ter uma carreira brilhante e ser uma profissional impecável. O livro está publicado na plataforma Wattpad e você pode ler gratuitamente por lá. Lanço um capítulo por semana, sempre aos domingos, porém estou editando a história para quem sabe, se der certo, transformá-la em livro físico. Então se puder me ajudar e divulgar a página da plataforma, quanto mais visu, maior a possibilidade de uma editora publicar. AJUDANÓISAÍ. E leia, claro. Espero que goste, porque foi escrita com o coração.
Você pode encontrar pala leitura:
Wattpad 

Espero que tenham gostado da minha lista. E vocês? Tem alguma adaptação da autora que também gostam? Conta nos comentários!!!


LEIA MAIS

0 comentários

7 de fev de 2018

Estou melhor sem você

Imagem: Pexels

Escrito por Maya Quaresma
14 - Out - 2015  às 20:50h*

Eu pensei que gostava realmente de você. Oh, pelos céus. Já perdi as contas de quantas vezes me vi chorando por você, pelos cantos. Quando te via com alguma garota loira e linda e perfeita naquelas fotos de festa que você vivia postando nas redes sociais. Aquilo me corroía tanto por dentro. Mas eu continuava. Me mantive firme, porque é isso que uma garota boba apaixonada costuma fazer. Fingir que aquilo tudo era nada e que você um dia ainda poderia ser meu. Perceber que sei lá, eu era uma garota que valia à pena e que ficar comigo seria algo sublime e te faria incrivelmente feliz.

Sonhava em te fazer incrivelmente feliz.

Mas as coisas mudam. Surreal não é mesmo? Pensei que gostava realmente de você. Pensava que eu tinha, pela primeira vez em minha vida, me apaixonado. Como eu estava enganada. Agora você está aí, batendo na minha porta, olhando nos meus olhos e implorando para voltar. Implorando para ficar. Mas, sinto muito, é melhor ficarmos do jeito que estamos. Eu sinto muito, mas minha fase de você já passou. Estou muito bem dessa forma. Com você aí e eu aqui. É seguro. É tranquilo. 

É exatamente o que preciso nesse momento.

Você olha e diz que se eu permitir que fique, você fará o possível e o impossível para essa espera ter valido à pena. Que percebeu que eu era quem importava. Sabe, eu não consigo acreditar. Parece mais palavras, palavras e palavras. Não me diga o que tenho que fazer. Não me diga como devo agir. Não me diga nada. Não diga quem eu devo ou não amar. Não confunda minha mente. Eu não preciso disso. Não quando sei que eu sou apenas uma ponte, até você encontrar outra pessoa e seguir seu ciclo, me deixando sozinha aos cacos, sangrando por dentro e sofrendo solitária. Você já fez isso antes. Quem me garante que agora será diferente?

Você diz que estou me burlando. Evitando de viver uma felicidade a dois que você pode proporcionar pra gente. Mas eu não quero. Não quero mais. Não quero aqueles sonhos que sonhei sozinha com você. Não quero mais pensar que eu fracassei quando na verdade você não fazia nem metade para manter nossa relação íntegra. Sinto muito. Eu mudei. Cresci. Amadureci.

Nessa mudança me livrei de muitas coisas. Me livrei de atitudes. Me livrei de pensamentos. Me livrei até de algumas roupas. Me livrei de você. Sem espaço para ocupação novamente. 

Não tem espaço para você. Não dessa vez. Nem tente forçar. Me sinto melhor sozinha. Me sinto melhor sem você. 

Apenas isso.


*Postado originalmente no antigo blog, Sob a Luz da Lua. Porque recordar faz bem!


LEIA MAIS

0 comentários

29 de jan de 2018

Dia 29 de janeiro

Imagem: Dan Prado

Escrito por Maya Quaresma
28 - Jan - 2018

São cinco e cinquenta da tarde do dia 28 de janeiro de 2018. Faltam dez para as seis. E faltam mais seis para meia noite. Segundo a minha certidão de nascimento, nasci às duas e quinze da manhã. Duas e quinze da manhã do dia 29 de janeiro de 1990. É. O tempo passa. O tempo passa sem avisar. Ele passa sem se preocupar se estaremos preparados ou não para o que tem pela frente, ele só sabe que passa. Ele não tá nem aí se eu tô preparada para chegar aos 30 daqui mais dois anos. Ele não quer saber se eu já consegui consolidar minha carreira. Não interessa para ele se eu já sei o que eu quero da vida. Ele só passa. Assim, num tic e tac interminável. Cruel.

Ele não se incomoda se estou preocupada com as rugas que virão. Com o corpo flácido que caminha caso eu pare a academia e perca o foco da dieta que tanto prezo em manter. E sinceramente, nem eu. Não me importo com o tempo, com o fato de eu já estar, daqui a algumas horas, com 28 anos, mesmo não tendo entendido direito desde os 21 como foi que cheguei até aqui numa velocidade questionável. Não me importo com números, não mais. Porque nesse meio período eu pude aprender muita coisa. Amadurecer muita coisa. Viver muita coisa. Sentir muita coisa. Essa mescla de sentimentos e momentos me moldou de tal forma que hoje, bem, o hoje é só um número a mais. O que importa é o que se vive, não a data presa no calendário. 

E nossa, eu fui feliz. Nesse período de 27 anos eu fui feliz. Não consegui ainda construir tudo o que eu imaginava que construiria quando chegasse nessa idade. Mas fiz coisas que nem ao menos poderia imaginar que faria, então, valeu. O bom é que nada me impede de ainda tentar. Como uma pessoa extremamente focada que sou quando quero algo, pode ter certeza que vou tentar. Ah vou! Ainda mais esse ano. Dei uma olhada na minha resolução solar e deu que este é o ano de virgem para mim no mapa. O que quer dizer que eu serei ainda mais focada e muito perfeccionista, mais do que sou pelo visto. Somado a mercúrio que se mantem resolutamente em capricornio, muitos trabalhos pela frente esperam por mim.

Claro que eu queria escrever um texto mais bonito. Todo piegas e fofo e romântico e reflexivo sobre o quanto é importante essa idade, e sobre amadurecimentos e sobre continuar falando sobre o tempo e traçar uma rota filosófica em cima disso mas... não é isso que quero escrever. Quero escrever o quanto esse período me fez sei lá... não me importar com um monte de coisa. Eu andava presa ao fato de tentar fazer de mim o que as pessoas queriam que eu fosse. A agir de uma forma que não era exatamente eu, mas alguém que queria muito ser querida, que não queria "fazer feio". E acho que foi nesse ponto que eu me perdi no meio dos anos e tudo passou num relâmpago e só agora eu pude de fato sentir isso. Porque só agora eu vivo por mim. Sinto por mim e vejo por mim e penso por mim e falo por mim e, consequentemente, escrevo por mim. De uma forma leve e libertadora. 

Imagem: Pexels

Se vão gostar? Não faço ideia. Me importo? Não mais. Aquele peso que plantava em minhas costas deu uma melhorada tão grande, e o fato de agora eu praticar boxe e se alguém me irrita visualizar a cara da pessoa naquele saco, também ajuda muito. Mas voltando, hoje eu não preciso sentir que tenho que vestir uma máscara para conquistar a aprovação das pessoas. Creio que isso é maturidade. É quando você começa a se preocupar com você mesma, com os seus sentimentos e com ser verdadeira com o seu próprio eu. Porque no meu ponto de vista, o mais importante dentre todas as coisas dentro de uma personalidade, é você ser fiel a você mesma.

E então, com quase 28 anos, eu sou fiel a mim e me amo sobremaneira. Me amo de uma forma que se eu pudesse, me beijava. Ok, nem tanto. Mas me amo de uma forma que me sinto livre. Sem a pressão e as amarras do que é não ter esse amor-próprio. Quando a gente vive para agradar chega a ser sufocante. E hoje eu adoro respirar. Adoro sentir que minhas narinas e meus pulmões estão em pleno funcionamento. Gosto de sentir que agora, eu consigo conquistar o mundo, sendo eu mesma. Porque agora as pessoas vão gostar de mim de fato. De mim, euzinha mesmo, a garota desengonçada que se bate em tudo que aparece pela frente. A menina nerd que dança funk nas aulas da academia. A garota que sonha em ser escritora mas às vezes acha que os livros vão se escrever sozinhos. Essa menina que é cheia dos defeitos porém com um coração transbordante de amor e gratidão, ela se sente feliz em saber que as pessoas vão se aproximar pelo que ela é. Esse tipo de liberdade não tem preço.

Se me perguntarem como foi que isso surgiu, eu não saberei responder. Não é de hoje. Mas não tão recente. Acho que foi aos poucos. Aquele monstro que cansou de ficar preso e resolveu se rebelar. Porém, sem ser um monstro mesmo. E eu sou grata por esse pseudomonstro que quis acordar. Porque assim eu consigo ser feliz. E ser grata. Grata pela vida que levo. Grata pelas pessoas que me cercam. Grata por este ano. O que passou. O que tá chegando. Falam que o ano só começa na data do nosso aniversário, então, feliz ano novo pra mim. E feliz para todos aqueles que quiserem deleitar dele comigo.

Um brinde. Ao incerto. Ao futuro. Aos 28. Ao dia 29. Um brinde. Gratidão. Amadurecimento. Um brinde, às não máscaras. À cara lavada. A não ter medo de mostrar quem se é. Um brinde ao amor. Ao próprio. Um brinde. Tin tin.


LEIA MAIS
1 comentários

28 de jan de 2018

Ano da colheita


Imagem: Leah Kelley

Texto por Ale Alves

Não sei pelo o que você tem passado, mas minha vida deu uma mudada brusca. Não sei se o retorno de saturno tem haver, se a crise dos 30 existe, mas algo nesse universo mexeu as engrenagens do meu mundo e me mudou de lugar. Talvez você esteja passando pela mesma coisa.

Deixei de acreditar que coisas ruins acontecem comigo, que tem alguém querendo tudo o que eu conquisto ou que a culpa de eu não conseguir tal trabalho é por conta do olho gordo de fulano que não fala comigo, mas curte todas as minhas publicações no instagram. Vamos descer um pouquinho do salto e pensar, sei lá, pelo menos por um segundo que talvez, não estou dando total certeza, mas que só talvez a culpa pelas coisas ruins que nos acontecem possa ser nossa? Já pensou que loucura?

Imagine que você não cumprimenta fulano porque estava com fone de ouvido ou de mal humor, esse fulano fica chateado ou só comenta com alguém que você nem deu bom dia, daí imagina que essa corrente se estende e a história muda e em algum momento quando você precisa de algum favor, aquela tua ação lá na parte de manhã chegou nessa pessoa com um outro sentido, daí ela diz que vai te ajudar, mas não te dá prioridade e você acaba atrasado com o que tinha que fazer. Tem noção do quanto isso pode ser real?

Esse mundo anda tão ingrato, que tal tentarmos fazer nossa parte? Imagina se teu sorriso, teu bom dia, tua mensagem dizendo que “está com saudade’ salva o dia de alguém. Olha que massa! Todos nós temos dias ruins, o que nos diferencia é como escolhemos passar por eles. Sabe? Um pouco de fé, não precisa ser em nenhuma divindade, pode ser só fé em você mesmo. Você é foda e nem percebe!

Sempre vai ter alguém para te diminuir, sempre vai ter alguma ingratidão, uma má vontade, uma decepção. A vida é cheia de pessoas que não tem a menor ideia do quanto são capazes de magoar outras pessoas com coisas simples, você com certeza é a decepção de alguém também, mesmo sem ter a mínima noção do que fez, em algum lugar, alguém esperava uma atitude sua que você não fez. Entende?

Seja leve, viva tudo que puder, não estou dizendo para deixar de lado suas vontades para agradar os outros, estou apenas dizendo que você pode ser feliz para caralho sem precisar pisar em ninguém de propósito. Todos nós podemos ser felizes sem ter que magoar ninguém para isso. O amor é bom entendedor e ele vive muito mais tempo quando nasce em meio a bondade.

Você vai reclamar do que plantou ou vai agradecer?


_____________________
Ale Alves - Fotógrafo, pai de gêmeas e um romântico terminal. Que a vida tenha pena desse canceriano nesse mundo cheio de gente fria.




LEIA MAIS
0 comentários

11 de jun de 2017

7 motivos para assistir Orphan Black

Imagem: BBC / Divulgação

Vocês já ouviram falar de uma série chamada Orphan Black? Não? Gente, como assim, em que mundo vocês vivem??!!!! Ok, tudo bem. Esse tipo de coisa acontece. Muitas séries para assistir, muita história para maratonar, mas venho por meio desta (oi?) tentar convencer vocês a pararem tudo e irem clicar no primeiro ep que nem na Netflix e conhecer essa série que me deixou profundamente viciada há uns anos e que finaliza sua história esse ano, com a quinta e última temporada.

1. Tem todas as temporadas na Netflix
Acho que hoje quase todo mundo nesse mundo tem Netflix. Se não tem, pelo menos conhece alguém que tenha e pode emprestar a senha. Orphan Black é uma série da BBC mas conseguiu fechar um contrato com a Netflix de forma que tem todas as temporadas por lá. 

2. Cada temporada só tem 10 episódios
São quatro temporadas até agora, com dez episódios cada, contendo em torno de 45minutos. Então dá para acompanhar de forma bem rápida. O legal de ser poucos eps por temporada é que a série não fica enrolativa, se é que essa palavra existe. Eles conseguem casar direitinho cada ponta e são bem diretos no roteiro e na trama. Não tem aquela enrolação toda que costumamos ver nas outras séries (fãs de Pretty Little Liars e The Walking Dead por exemplo sabem bem o que é ser enrolado).

3. Fala sobre ciência, tecnologia
Se você ama ciência, tecnologia, genes, genética, mutação, vai pirar com essa série. Porque tem tudo isso e muito mais.

4. Mas se você gosta mesmo é de ação...
Se você gosta mesmo de ação, tem muita ação na série também. Chutes, socos, tiros, sangue, sangue e mais sangue. Ela parece ser uma série dramática, mas é muito mais que isso.

5. Tem Tatiana Maslany
Eu poderia apenas resumir com essa frase: Tem Tatiana Maslany. Gente, a mulher atua de uma forma que eu fico completamente besta. Essa canadense merece é o OSCAR!!!! Porque ela consegue ser várias pessoas, viver vários personagens dentro dessa série. Mas até aí tudo bem, muitos atores já fizeram isso. Só que a Tatiana vai além. Cada personagem tem uma personalidade diferente, um trejeito diferente, sotaque diferente, se veste de forma diferente. O incrível é que conseguimos saber qual a diferença de cada uma, dependendo da forma da atuação da Tati. Mais louco ainda é quando ela é um personagem se fingindo passar por outro. Cara, loucão. Amo essa mulher.

Imagem: BBC / Divulgação

6. A série termina esse ano
A quinta e última temporada inicia agora em junho. Então dá tempo de assistir tudo e ainda ver o desfecho. Porque nós fãs que estamos acompanhando desde o início sofremos com a BBC. Porque cada temporada é divulgada em um ano, ou seja, esperamos um ano inteiro para ter Orphan Black de novo. 

7. VAI ASSISTIR LOGO MEU

Ah, quando estreia a nova temporada? HOJEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!!!!! E claro, a Netflix vai transmitir todos os episódios a cada domingo.


LEIA MAIS
1 comentários

28 de mai de 2017

Grande Prêmio de Mônaco 2017 de Fórmula 1

Pódio do dia para Vettel (Ferrari), com Raikkonen (Ferrari) em segundo e Ricciardo (Red Bull) em terceiro. Imagem: Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Tivemos duas realidades invertidas nesse início de corrida no GP de Mônaco, que além da pista, tem uma festa a parte só pelo lugar. Raikkonen, que andaram falando por aí que estava na pior conseguiu a sua pole. Em contrapartida, Hamilton que vem tendo uma temporada muito boa não conseguiu sair do Q3, largando em 15º lugar. É, não é todo dia que podemos ter tudo, não é mesmo?

Largada do Grande Prêmio de Mônaco 2017. Imagem: Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Raikkonen conseguiu largar muito bem, se mantendo líder. Com Vettel, seu companheiro de equipe, em segundo e Bottas em terceiro. Mas isso durou até a ida para os boxes. Raikkonen vinha fazendo uma corrida realmente muito boa, e cá entre nós, eu sinceramente estava torcendo por ele, mas a troca dos pneus demorou mais do que deveria, conseguindo fazer com que Vettel, fazendo volta mais rápida em cima de volta mais rápida na pista, na sua troca de pneus, voltasse na frente do companheiro. Sem pedido no rádio sobre "ele está mais rápido que você", a liderança dessa vez foi disputada na ida aos boxes. 

Button, um caso a parte nessa corrida, que veio a convite do amigo e ex companheiro de equipe, Fernando Alonso, que corre hoje ainda nas 500 milhas de Indianápolis pela Fórmula Indy, teve uma pedra no sapato nesse GP. Essa pedra se chama Wehrein, que prendeu ele no último lugar de um jeito que não teve como sair. A descontração ficou no início, porque claro, não podia faltar o Alonso no rádio. Não foi rádio, mas aconteceu algo inédito na F1. Dois pilotos amigos conversando pelo celular antes do início do Grande Prêmio. Alonso ligou para Button desejando boa sorte e claro, deixando um recadinho amigo para o seu estimado carro:

Alonso: Look after my car. // Button: Okay, I'm going to pee in your set. (Alonso: Cuida do meu carro. // Button: Ok. Eu vou fazer xixi no seu assento). Dois amores, não?

Hamilton não foi tão feliz também durante a corrida. Largou atrás e se manteve assim por um bom tempo. Não conseguiu grandes ultrapassagens nas voltas. Engatinhou até o P10. Depois o P7. Não foi tão fácil quanto a gente imaginava que poderia ser para ele. 

Na volta 61 suamos frio. Button não feliz em ter que ficar atrás do Wehrlein a corrida inteira, tentou ultrapassá-lo. Mas tocou o piloto da Sauber que foi parar no guardirreio/muro de proteção e ficou com o carro lá, virado. A gente pede batida, Safety Car, mas nunca de uma forma assim. Nunca esperamos algo grave acontecer com qualquer piloto, afinal de contas, assistimos Fórmula 1 porque é divertido. Não porque pode ser perigoso e amamos isso. Jamais. Button parou o carro, pelo toque, e enquanto isso todos pararam por outro motivo: estado de saúde de Wehrlein. Mas graças a Deus logo depois ele falou no rádio, dizendo que estava bem. SC na pista e um pouco depois conseguiu sair do carro, com um problema nas costas apenas, mas andando. Um alívio para todos.

Wehrlein (Sauber) bem, depois da batida com Button (McLaren). Imagem: Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Com essa batida, acho que Button realmente fez xixi no carro do Alonso (ok, passado o pânico, podemos brincar, não?).

O outro piloto da McLaren também não teve muita sorte hoje. Quando estava no P10 e já vislumbrando pontinho para a scuderia, Vandoorne bateu sozinho. Uma lástima para a equipe que já ansia por qualquer ponto que possa aparecer por aí. Quem também saiu foi Stroll, que coleciona batidas, mas dessa vez o carro não conseguiu ir até o final e a sua ida para o box em definitivo não foi da forma como esperávamos. 


Com apenas 13 pilotos no final, Sebastian Vettel venceu o GP de Mônaco 2017 de Fórmula 1. Ele não vencia desde 2001. Em segundo Kimi Raikkonen, fazendo a dobradinha da Ferrari acontecer. Em terceiro o piloto da Red Bull, Daniel Ricciardo, para fechar o pódio do domingo. Hamilton ficou em sétimo. Com isso, quem vai se aproximando a passos silenciosos do piloto inglês é o seu companheiro de equipe, Valteri Bottas, que finalizou a prova hoje em quarto. 

Sebastian Vettel comemorando a sua vitória no GP de Mônaco. Imagem: Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Além dos nossos grandes pilotos, outras celebridades completaram a festa que é Mônaco.

Quem deu um alô pelo circuito de Monte Carlo foi o Thor, ou melhor, o ator Chris Hemsworth. Imagem: Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Os pilotos da Scuderia Renault, Hulkenberg (à esquerda) e Palmer (à direita) zeraram a vida tirando foto com o cineasta George Lucas (no centro), famoso pelas franquias Star Wars e Indiana Jones. Imagem: Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Se ainda havia dúvida de que eles zeraram a vida... Imagem: Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

O próximo GP é no Canada, um dos meus favoritos, dia 11 de junho. Com transmissão da Globo pela parte da tarde. Ou pelo menos é o que a gente torce. Caso a Globo não transmita, por conta do campeonato de futebol, quem segue é a SporTV. Mas claro, vamos informar sobre tudo pelo twitter. Então segue lá @mayaquaresma e fique ligado nas novidades.


Classificação Grande Prêmio de Mônaco (Circuito de Monte Carlo)
1. Sebastian Vettel FERRARI (25 pontos)
2. K. Raikkonen FERRARI (18 pontos)
3. D. Ricciardo RED BULL RACING TAG HEUER (15 pontos)
4. V. Bottas MERCEDES (12 pontos)
5. M. Verstappen RED BULL RACING HEUER (10 pontos)
6. C. Sainz TORO ROSSO (8 pontos)
7. L. Hamilton MERCEDES (6 pontos)
8. R. Grosjean HAAS FERRARI (4 pontos)
9. F. Massa WILLIAMS MERCEDES (2 pontos)
10. K. Magnussen HAAS FERRARI (1 ponto)
11. J. Palmer RENAULT (0 ponto)
12. E. Ocon FORCE INDIA MERCEDES (0 ponto)
13. S. Perez FORCE INDIA MERCEDES (0 ponto)
14. D. Kvyat TORO ROSSO (out)
15. L. Stroll WILLIAMS MERCEDES (out)
16. S. Vandoorne MCLAREN HONDA (out)
17. M. Ericsson SAUBER FERRARI (out)
18. J. Button MCLAREN HONDA (out)
19. P. Wehrlein SAUBER FERRARI (out)
20. N. Hulkenberg RENAULT (out)


Campeonato 2017
Colocação - Nome do piloto - Nacionalidade - Scuderia - Pontuação
1. Sebastian Vettel - ALE - FERRARI (129 pontos)
2. Lewis Hamilton - ING - MERCEDES (104 pontos)
3. Valtteri Bottas - FIN - MERCEDES (75 pontos)
4. Kimi Raikkonen - FIN - FERRARI (67 pontos)
5. Daniel Ricciardo - AUS - RED BULL RACING TAG HEUER (52 pontos)
6. Max Verstappen - HOL - RED BULL RACING TAG HEUER (45 pontos)
7. Sergio Perez - MEX - FORCE INDIA MERCEDES (34 pontos)
8. Carlos Sainz - ESP - TORO ROSSO (25 pontos)
9. Felipe Massa - BRA - WILLIAMS MERCEDES (20 pontos)
10. Esteban Ocon - FRA - FORCE INDIA MERCEDES (19 pontos)
11. Nico Hulkenberg - ALE - RENAULT (14 pontos)
12. Romain Grosjean - FRA - HAAS FERRARI (9 pontos)
13. Kevin Magnussen - DIN - HAAS FERRARI (5 pontos)
14. Pascal Wehrlein - ALE - SAUBER FERRARI (4 pontos)
15. Daniil Kvyat - RUS - TORO ROSSO (4 pontos)
16. Marcus Ericsson - SUI - SAUBER FERRARI (0 pontos)
17. Lance Stroll - CAN - WILLIAMS MERCEDES (0 pontos)
18. Fernando Alonso - ESP - MCLAREN HONDA (0 pontos)
19. Antonio Giovanazzi - ITA - SAUBER FERRARI (0 pontos)
20. Jolyon Palmer - GBR - RENAULT (0 pontos)
21. Stoffel Vandoorne - BEL - MCLAREN HONDA (0 pontos)



0 comentários

14 de mai de 2017

Grande Prêmio da Espanha 2017 de Fórmula 1

Pódio do GP Espanha de Fórmula 1 deste domingo. Hamilton (Mercedes) em primeiro, Vettel (Ferrari) em segundo e Ricciardo (Red Bull) em terceiro. Imagem:  Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Esse final de semana de corrida prometeu altas emoções. Foi uma das corridas mais gostosas de assistir, por vários fatores, que irei pontuar abaixo.

Primeiro, nos treinos de sexta tivemos uma lástima visualização do carro da McLaren do Alonso jorrando óleo para dar e vender. Às vezes quando a gente pensa que não dá para ficar pior, essa equipe vem e mostra que tudo é possível, no lado ruim da coisa.

Alonso (McLaren) com problema no carro no treino livre de sexta feira por conta do vazamento de óleo. Imagem:  Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Poréeeeeeeeem, porque Deus é pai e milagres acontecem. Bote milagre nisso. No treino classificatório de sábado quem vai pro Q3?? Quem??? Quem??? Quem?? FERNANDO ALONSO É O NOME DELE MINHA GENTE. Olha, não sei a que santo esse homem se agarrou ou quantas figas esse cara fez, só sei que, ele conseguiu ir pro Q3. (Ok Maya, mas eu comecei assistir corrida agora, não sei o que é isso). O treino classificatório é dado em Q1, Q2 e Q3, que significa Qualify 1, 2 e 3. Ou seja, classificação. São as etapas em que cada piloto corre na pista para tentar bater o melhor tempo. Os pilotos mais rápidos vão passando de fase até chegar no Q3, onde apenas os 10 mais rápidos do Q2 correm para disputar as colocações na largada. Alonso não ia pro Q3 já nem me lembro há quanto tempo. Então foi como se o piloto tivesse ganho um campeonato mundial tamanha façanha, sem contar que ele estava correndo em casa, para alegria dos fãs. Só que, melhor que ir para o Q3, ele conseguiu se classificar em sétimo. SÉTIMO. Sim, esse cara é bom piloto demais!!!!!! Não tinha dúvidas disso.

Alonso (McLaren) após conseguir a façanha do sétimo lugar para o grid de largada no Q3 sábado. Imagem:  Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Fechando a largada tínhamos entre os dez primeiros: Hamilton, Vettel, Bottas, Raikkonen, Verstappen, Ricciardo, Alonso, Perez, Massa e Ocon. Grid fechado, hora da largada. Infelizmente Raikkonen e Verstappen não tiveram muita sorte e foram logo embora. Alonso também não estava no seu dia de glória, ao contrário de sábado, Massa foi fechado e acabou indo pra cima do Alonso, se tocando e jogando o espanhol pra fora da pista. Manobra normal de corrida, sem punições, porém, complicou a vida do Massa que teve o pneu furado e ficou lá atrás até o final, e para Alonso que poderia até ter seus primeiros pontos marcados esse ano.

Após a largada do GP Espanha de Fórmula 1. Imagem:  Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Raikkonen ter saído do GP foi tão triste para um menino na arquibancada fã da Ferrari que ele começou a chorar no colo da mãe. Gente, que dó no coração ver o menino chorar. Fiquei arrasada. 

Carro de Raikkonen (Ferrari) sendo levado após sair da prova no início do Grande Prêmio. Imagem:  Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Fã de Raikkonen chora ao ver o piloto sair da corrida logo no início. Imagem: Reprodução

Corrida continuou. Vettel dominou a prova, depois Bottas. Hamilton e aquele caso né? Ferrari, Mercedes. Ferrari. Mercedes. Bota casaco, tira casaco. Fico me perguntando como seria o automobilismo sem tanta tecnologia, mais braço que botões. Acho que poderíamos ver brigas mais significativas. Alonso não conseguia ultrapassar sequer uma Haas. Ficou atrás do Grosjean até desistir e ir para os boxes.

Bottas liderou a prova por um período de voltas, até ser ultrapassado por Vettel, numa manobra brilhante que deixou todo mundo empolgado. Inclusive o menino fofo que chorou com o Raikkonen. A câmera brilhantemente captou a tamanha felicidade do garoto que não teve como a gente não sorrir e se alegrar junto com ele. O moleque ganhou o coração de todo mundo e eu aqui do outro lado já estava torcendo pra alguém buscar ele e levar para conhecer os boxes. 

Ultrapassagem de Vettel (Ferrari) em cima de Bottas (Mercedes). Imagem: Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Bottas foi para o box, Vettel liderou um pouco mais até que foi ultrapassado pelo Hamilton, Çá nova. Diminuindo um pouco a diferença dos pontos entre eles. Bottas teve problema no carro, tendo que abandonar a corrida, dando o terceiro lugar para o famoso sorridente Ricciardo. 

Ultrapassagem de Hamilton (Mercedes) em cima de Vettel (Ferrari). Imagem:  Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Enquanto Toto, nosso grande manda chuva da Mercedes pulava como a gente nunca viu antes com a manobra de ultrapassagem do Hamilton, adivinha quem tava indo para os BOXES CONHECER O RAIKKONEN VEM ME ABRAÇA PORQUE EU ME EMOCIONEEEEEEEEI!!!!!!!! O menininho fofo coisa mais linda do universo foi conhecer o ídolo dele. MALDITOS CORTADORES DE CEBOLA!!!!! Nossa, que felicidade, o garoto zerou a vida em uma única manhã. E ainda por cima conseguiu tirar um sorriso do nosso homem de gelo Kimi Raikkonen. Enquete do dia, quem roubou a cena do GP Espanha? O menino, é claro!!!!!!!

Esse menino zerou a vida. Apenas. Imagem: Motorsport

Raikkonen até sorriu. Imagem: Rede Globo

Alonso, não sei como de novo, conseguiu ultrapassar duas Williams. Que fase, minha gente. Não tá fácil para ninguém. Ele acabou terminando em décimo segundo. Massa ainda foi mais zicado, com um toque do Vandoorne. Mas Vandoorne ainda foi pior, tendo que abandonar a prova.

Quem venceu o GP? O menino, não pera... ah tá. Foi Hamilton, para zerar a história do GP Espanha. Há dez anos nenhum piloto ganhava mais que uma corrida. O que quer dizer que por 10 anos tivemos 10 pilotos diferentes ganhando um GP Espanha. O último, ano passado, havia sido Verstappen. Mas como Hamilton gosta de ser o diferentão, ele é o único agora a ganhar duas corridas no GP Espanha em dez anos. É para qualquer um? Eu acho que não.

Pódio para Hamilton (Mercedes) seguido por Vettel (Ferrari) e Ricciardo (Red Bull) em terceiro. Imagem: Gallery Site Oficial da Fórmula 1/ ©Sutton Motorsport images

Altas emoções. Vários cortadores de cebola. Raikkonen sorrindo. Williams sendo ultrapassada por McLaren. McLaren sendo segurada por uma Haas. Todo mundo retardatário tomando uma volta menos os três primeiros pilotos. Tudo isso e muito mais foi visto no GP Espanha. Valeu a manhã.

Nos vemos agora no GP Mônaco, onde Alonso não corre porque irá competir pelas 500 milhas de Indianápolis nos Estados Unidos, pela categoria Fórmula Indy. No seu lugar teremos o nosso queridinho Jenson Button. Até lá irei fazer um post só sobre essa outra categoria explicando um pouco como funciona. Estaremos de olho nas duas. Lembrando que, a Fórmula 1 é transmitida pela Globo pela manhã e a Indy é pela Band, à tarde.  


Classificação Grande Prêmio da Espanha (Circuito da Catalunya)
1. Lewis Hamilton MERCEDES (25 pontos)
2. S. Vettel FERRARI (18 pontos)
3. D. Ricciardo RED BULL RACING TAG HEUER (15 pontos)
4. S. Perez FORCE INDIA MERCEDES (12 pontos)
5. E. Ocon FORCE INDIA MERCEDES (10 pontos)
6. N. Hulkenberg RENAULT (8 pontos)
7. C. Sainz TORO ROSSO (6 pontos)
8. P. Wehrlein SAUBER FERRARI (4 pontos)
9. D. Kvyat TORO ROSSO (2 pontos)
10. R. Grosjean HAAS FERRARI (1 ponto)
11. M. Ericsson SAUBER FERRARI (0 ponto)
12. F. Alonso MCLAREN HONDA (0 ponto)
13. F. Massa WILLIAMS MERCEDES (0 ponto)
14. K. Magnussen HAAS FERRARI (0 ponto)
15. J. Palmer RENAULT (0 ponto)
16. L. Stroll WILLIAMS MERCEDES (0 ponto)
17. V. Bottas MERCEDES (out)
18. S. Vandoorne MCLAREN HONDA (out)
19. M. Verstappen RED BULL RACING HEUER (out)
20. K. Raikkonen FERRARI (out)

Campeonato 2017
Colocação - Nome do piloto - Nacionalidade - Scuderia - Pontuação
1. Sebastian Vettel - ALE - FERRARI (104 pontos)
2. Lewis Hamilton - ING - MERCEDES (98 pontos)
3. Valtteri Bottas - FIN - MERCEDES (63 pontos)
4. Kimi Raikkonen - FIN - FERRARI (49 pontos)
5. Daniel Ricciardo - AUS - RED BULL RACING TAG HEUER (37 pontos)
6. Max Verstappen - HOL - RED BULL RACING TAG HEUER (35 pontos)
7. Sergio Perez - MEX - FORCE INDIA MERCEDES (34 pontos)
8. Esteban Ocon - FRA - FORCE INDIA MERCEDES (19 pontos)
9. Felipe Massa - BRA - WILLIAMS MERCEDES (18 pontos)
10. Carlos Sainz - ESP - TORO ROSSO (17 pontos)
11. Nico Hulkenberg - ALE - RENAULT (14 pontos)
12. Romain Grosjean - FRA - HAAS FERRARI (5 pontos)
13. Pascal Wehrlein - ALE - SAUBER FERRARI (4 pontos)
14. Kevin Magnussen - DIN - HAAS FERRARI (4 pontos)
15. Daniil Kvyat - RUS - TORO ROSSO (4 pontos)
16. Marcus Ericsson - SUI - SAUBER FERRARI (0 pontos)
17. Lance Stroll - CAN - WILLIAMS MERCEDES (0 pontos)
18. Fernando Alonso - ESP - MCLAREN HONDA (0 pontos)
19. Antonio Giovanazzi - ITA - SAUBER FERRARI (0 pontos)
20. Jolyon Palmer - GBR - RENAULT (0 pontos)
21. Stoffel Vandoorne - BEL - MCLAREN HONDA (0 pontos)


LEIA MAIS
0 comentários
 
Design exclusivo | Cópia proibida © 2016